«Trezena de Santo António»: Décimo terceiro dia

SANTO ANTÓNIO EM ORAÇÃO
No dia de Santo António de Lisboa, último da Trezena, rezemos com uma das suas orações mais belas; é dirigida a Jesus, de uma forma bem característica da espiritualidade franciscana – a devoção ao Nome de Jesus. Esta devoção tem origem em São Francisco de Assis e a expressão maior em São Bernardino de Sena. Santo António, no Sermão para o dia da Purificação da Bem-aventurada Virgem Maria, nº 10, reza assim:

«Ó doce Jesus! Que coisa há mais doce do que tu? A tua memória é mais doce que o mel e que todas as coisas, nome de doçura, nome de salvação. Que é, pois, Jesus senão Salvador? Portanto, bom Jesus, sê para nós Jesus por motivo de ti mesmo, a fim de que, tu que deste o início da doçura, isto é, a fé, nos dês a esperança e a caridade, para nela vivendo e morrendo mereçamos chegar a ti. Auxilia-nos com as preces da tua Mãe, tu que és bendito pelos séculos. Amen.»

SANTO ANTÓNIO NO CORAÇÃO DO POVO
Como terá surgido a tradição do pão de Sto. António? Diz a tradição que no dia 12 de Março de 1892, uma modesta cristã de Toullon, não conseguiu entrar na sua loja pois tinha perdido a chave. Mandou chamar um serralheiro que trazendo um molho de chaves trabalhou cerca de uma hora. Perdendo a paciência decidiu ir buscar ferramenta para arrombar a porta. Durante a ausência do trabalhador, a senhora, inspirada por Deus, fez uma promessa a Sto. António, prometendo pão aos pobres caso conseguissem abrir a porta sem a arrombar. Quando o serralheiro chegou ela pediu que tentassem uma vez mais as chaves antes de arrombar a porta, pois tinha feito uma promessa a Sto. António. O homem aceitou a proposta e pegando novamente no molho de chaves escolheu uma que abriu sem resistência a porta. Todos ficaram admirados e desde esse momento a devoção de oferecer pão aos pobres espalhou-se por todo o mundo. Sem dúvida que a caridade é uma virtude muito estimada pelo nosso Santo e que agrada a Deus.

IMAGEM DO SANTO ANTÓNIO E DA JANELA DO PÃO DOS POBRES DO NOSSO CONVENTO

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *