Arquivo mensal: Junho 2018

Solenidade de Santo António no Convento

Paz e Bem!

A nossa aldeia de Varatojo está em júbilo pela solenidade de Santo António! Há semelhança dos anos anteriores, com a ajuda preciosa de vários colaboradores temos vindo a embelezar esta festa com tapetes de flores pelos espaços do convento, desde o cruzeiro até ao claustro. Este ano o tema foi o seu fundador, o Rei Afonso V. Esta exposição estará visitável até ao próximo domingo, estando sujeita às condições climatéricas.

O visitante, descendo em direção à entrada principal do Convento, passando pela Cruz de pedra, à esquerda, junto à água e à imagem de Santo António, encontra o primeiro tapete: os raios do sol, lembrando a tão bela oração de São Francisco, o Cântico do Sol ou Cântico das Criaturas.

No termo das escadas, o brasão franciscano: braços de Jesus Cristo e de São Francisco com a Cruz e os raios do sol. Continuando, encontra, dos dois lados, as palmas do martírio, lembrando os primeiros mártires franciscanos que estiveram na origem da vocação franciscana de Santo António.

No espaço De paupertate nostra Jesu esurienti frangamus panem (“Da nossa pobreza partilhamos o pão com Jesus faminto” – lugar da distribuição dos alimentos aos pobres), o símbolo da portugalidade à esquerda, o símbolo de D. Afonso V (fundador do Convento de Varatojo) à direita, e no centro o Livro com o lírio de Santo António, homem da Palavra, doutor evangélico.

Na entrada da igreja, o visitante encontra o Tau, a Chama franciscana e o Pão dos pobres, marcas do franciscanismo antoniano de D. Afonso V, grande devoto do primeiro franciscano português e padroeiro do Convento de Varatojo. Na parte superior de cada tapete, estão representadas as marcas reais, lembrando o monarca fundador.

No claustro, bem no centro, está a imagem do festejado, em trono popular e embelezado com quatro dos muitos quadros alusivos à biografia do Santo: a pregação aos peixes, a cura de um jovem que tinha cortado um dos pés, a bilha (símbolo da popularidade antoniana) e o milagre eucarístico.

Irmã e irmão visitante: contemple a beleza deste claustro, único no nosso país, num lugar com 550 anos de história. Visite também a igreja deste Convento.

Que o Senhor lhe dê a Paz. Que Santo António seja a sua proteção. Até à sua próxima visita. Paz e Bem! São os votos dos irmãos franciscanos deste Convento e de todos os que fizeram estes trabalhos.